TROMBECTOMIA PARA TRATAMENTO DO AVC

Neurologista do Corpo Clínico do Hospital Mãe de Deus, Dr. Henrique Mohr.

Nos últimos anos, uma nova forma de tratamento do AVC isquêmico foi incorporada à prática médica: a trombectomia mecânica, que consiste na retirada de coágulos que causam o AVC através de uso de stent. As evidências científicas mostram que AVCs isquêmicos agudos com coágulos em grandes vasos cerebrais e com até 24h desde o início do quadro podem se beneficiar enormemente com essa abordagem terapêutica.

“Nós, no Hospital Mãe de Deus, realizamos este tratamento desde o momento em que os estudos foram realizados, obtendo resultados muito satisfatórios. Para tanto, contamos com emergência capacitada, neurologistas presentes 24h por dia e 7 dias por semana, neurorradiologia intervencionista continuamente disponível e todo o suporte que casos com essa complexidade demandam”, destaca o neurologista do Corpo Clínico do Hospital Mãe de Deus, Dr. Henrique Mohr.

Essa modalidade de tratamento está disponível a qualquer momento em que o paciente precise, pois disponibilizamos em 100% dos casos em que ela é indicada. “É um tratamento dependente de tecnologia de ponta e de equipe médica altamente treinada e especializada, o qual temos a satisfação de oferecer com a maior qualidade possível”, destaca Dr. Mohr.Dr. Henrique Mohr, neurologista do Corpo Clínico do Hospital Mãe de Deus

TRAUMATOLOGIA
Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
*Unidade Av. José de Alencar, 286.

CLIQUE ABAIXO:

CENTRAL DE ATENDIMENTO

TELEMEDICINA, AGENDAMENTOS, CONSULTAS E EXAMES​

Sala de imprensa

Silvana Porto Alegre Schmidt
Fone: (51) 3213-8852
Celular: (51) 99992-4514
silvana.schmidt@aesc.org.br

TODAS AS NOTÍCIAS:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Mais notícias

Hospital Mãe de Deus suspende temporariamente serviços na Unidade Carlos Gomes

Nos últimos dias a batalha contra a Covid-19 se intensificou e colocou todo o sistema de saúde no seu limite de atendimento, o que exige de todos decisões dinâmicas. Em decorrência do cenário apresentado neste momento, faz-se necessária a suspensão temporária dos serviços de Bloco Cirúrgico e Pronto Atendimento de Traumatologia e Ortopedia ofertados na Unidade Carlos Gomes (com exceção da hemodiálise, que permanece aberta), a partir de 1º de março (segunda-feira).