Medicina Nuclear e PET-CT

A Medicina Nuclear é uma especialidade médica que emprega materiais radioativos com finalidade diagnóstica e terapêutica.

O exame de diagnóstico por imagem realizado pela medicina nuclear é também chamado de cintilografia e constitui um método de imagem não invasivo, obtido após a administração de pequenas doses de radiofármaco, por via intravenosa, via oral ou via inalatória, de acordo com a indicação do exame. Ao contrário das técnicas de imagem convencionais como radiografia, tomografia computadorizada, ultrassom ou ressonância magnética, a medicina nuclear tem como base a análise funcional de órgãos e sistemas.

Os radiofármacos utilizados nas cintilografias emitem radiação gama sendo o Tecnécio-99m o isótopo utilizado para marcação da maioria dos fármacos. Sua meia-vida é de 6 horas, mas o tempo de permanência no corpo do paciente é ainda mais reduzido, considerando-se a concomitante eliminação do radiofármaco pela urina. O método é seguro, indolor, não suscita reações alérgicas e não há necessidade de restrição de contato com outras pessoas.

Nas aplicações diagnósticas, a distribuição do radiofármaco no corpo do paciente é conhecida a partir de imagens bidimensionais (planares) ou tomográficas (SPECT), geradas em um equipamento denominado gama-câmara cintilográfica.

Recentemente, o Hospital Mãe de Deus adquiriu uma nova gama-câmara cintilográfica chamada Discovery NM 630 que gera imagens de excelente qualidade com a utilização de pequenas doses de radiofármaco e duração reduzida de exame se comparado aos equipamentos convencionais

CINTILOGRAFIAS REALIZADAS
  • Cintilografia miocárdica de estresse e repouso
  • Cintilografia miocárdica para pesquisa de viabilidade
  • Cintilografia óssea de corpo total e com SPECT
  • Cintilografia com Gálio-67
  • Cintilografia com MIBG-I131
  • Cintilografia de perfusão cerebral
  • Cintilografia cerebral para avaliação de transportador dopaminérgico com TRODAT
  • Cintilografia com análogo da somatostatina (octreoscan)
  • Cintilografia renal com DMSA
  • Cintilografia renal com DTPA (basal, com lasix e pós-captopril)
  • Cistografia radioisotópica direta e indireta
  • Cintilografia da tireoide
  • Cintilografia testicular
  • Cintilografia de paratireóides
  • Cintilografia pulmonar perfusional e inalatória
  • Cintilografia de pool-hepático com MAA
  • Cintilografia hepato-esplênica e hepato-biliar
  • Cintilografia para pesquisa de sangramento digestivo ativo e não ativo
  • Cintilografia para pesquisa de mucosa gástrica ectópica
  • Cintilografia de trânsito esofágico
  • Cintilografia de esvaziamento gástrico
  • Cintilografia para pesquisa de refluxo gastro-esofágico
  • Cintilografia de glândulas salivares
  • Linfocintilografia de membros inferiores e superiores
  • Linfocintilografia para pesquisa de linfonodo sentinela
  • Localização radioguiada de lesão oculta da mama (ROLL)
  • Rastreamento corporal total com Iodo-131

PET-CT, ou Tomografia por emissão de pósitrons, é um exame não invasivo dos mais sofisticados, acurados e completos. Sua tecnologia une os recursos diagnósticos da Medicina Nuclear (PET) e da Radiologia (CT) em um mesmo estudo. Ele fornece informações imprescindíveis sobre a função e o potencial evolutivo maligno das lesões através de uma sobreposição de imagens metabólicas e anatômicas, adquirindo-se assim, imagens de corpo inteiro capazes de revelar precocemente lesões malignas, frequentemente não detectadas por outras modalidades de imagens convencionais, como a tomografia computadorizada, ressonância magnética, ultrassom e Raio X.

 

O serviço de PET-CT do Hospital Mãe de Deus foi pioneiro no Estado com a instalação de um equipamento em 2009 e, atualmente, já ultrapassou 30.000 exames realizados, o que proporciona uma elevada experiência da equipe técnica e precisão diagnóstica nos resultados alcançados.

 

Atento aos avanços mundiais em diagnóstico e tratamento, em 2017, o Hospital do Câncer Mãe de Deus foi o primeiro hospital da América Latina a adquirir a nova geração de PET-CT, o Discovery IQ produzido pela GE, em sua configuração avançada, num investimento de aproximadamente R$ 6 milhões.

 

O equipamento representa um upgrade no parque tecnológico do Sistema de Saúde Mãe de Deus, considerado o maior serviço de PET-CT do Estado. A aquisição integra o plano do Hospital do Câncer Mãe de Deus de ser o centro de excelência no tratamento da doença e faz parte da sua implantação.

 

O exame de PET/CT é muito importante para o paciente com câncer indicado para o diagnóstico, para determinar a extensão da doença e para avaliação da resposta ao tratamento e por isso a necessidade de imagens com alta qualidade diagnóstica. O equipamento Discovery IQ gera imagens com alta densidade de informação (sensibilidade) e definição, aumenta a velocidade da aquisição das imagens e contribui para reduzir a dose de radiação à qual os pacientes são expostos em até 50%. Dessa forma, o Discovery IQ fornece um exame de PET-CT da mais alta qualidade com a menor dose de radiação possível. 

 

A Dra. Clarice Sprinz, médica especialista em Medicina Nuclear e gestora responsável pelo Serviço de Medicina Nuclear e PET-CT, destaca que, aliado a esses avanços, o hospital conta com uma equipe técnica altamente qualificada com formação nos melhores centros de imagem molecular dos Estados Unidos.

 

DIFERENCIAIS

 

O Hospital Mãe de Deus foi o primeiro hospital no país a adquirir o equipamento com maior sensibilidade(*) da América Latina e este equipamento possibilita:

  • Uma melhor integração com o planejamento de radioterapia do paciente através exames em 4D
  • A obtenção de imagens de alta densidade de informação diagnóstica em menor tempo do que os equipamentos convencionais
  • Os exames são mais confortáveis, mais precisos, rápidos e com menor exposição de radiação

(*) a sensibilidade do equipamento de PET é determinada através dos testes de performance do equipamento realizados logo após a sua instalação, também conhecido por Teste de Performance NEMA que possibilita a comparação da performance dos equipamentos entre diferentes modelos e fabricantes.

Em 2022, o Serviço de PET/CT do Hospital Mãe de Deus foi recertificado como centro de excelência pelo American College of Radiology (ACR) se estabelecendo como uma das duas únicas instituições que possuem o Selo Ouro da ACR na América Latina, junto com o Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo. Um reconhecimento que demonstra a excelência do serviço oferecido pela Instituição à população gaúcha.

 

Isso significa que se você realizar um exame de PET-CT em qualquer instituição do mundo com a mesma certificação, terá o mesmo padrão de qualidade e segurança encontrado aqui no Mãe de Deus. Com validade de três anos, a acreditação da ACR fornece ainda um relatório abrangente, que pode ser aplicado na melhoria dos serviços oferecidos.

 

O processo de avaliação leva em conta a qualidade da imagem e dos laudos, os protocolos clínicos utilizados, os dados de calibração e controles do aparelho e a qualificação da equipe de profissionais. Todos esses itens são revisados pelos membros do conselho do Colégio Americano de Radiologia, que analisam se os elementos estão dentro dos parâmetros estabelecidos.

 

Em 2023, com objetivo de estar sempre proporcionando aos pacientes a mais avançada tecnologia, o Hospital Mãe de Deus adquiriu um sistema de correção de movimento respiratório baseado em Inteligência Artificial chamado MotionFree, que pode realizar  que pode realizar aquisição das imagens de PET com maior precisão especialmente para pacientes que possuem pequenas lesões no tórax ou abdômen. Além disto, foi adquirido um novo reconstrutor de imagens que permite maior agilidade para liberação do paciente após o estudo ser concluído.


Exemplo de imagem de corpo inteiro de PET utilizando a tecnologia MotionFree comparada ao mesmo estudo com a técnica convencional. 

  • PET/CT Oncológico com Fluor-18-FDG

O PET/CT é uma ferramenta de grande importância no diagnóstico, terapia e monitoração do tratamento de pacientes com câncer, sendo suas imagens utilizadas inclusive para guiar o planejamento radioterápico destes pacientes. As principais indicações são: diagnóstico oncológico, monitoração da resposta terapêutica e avaliação da extensão da doença.

 

  • PET/CT Oncológico com Fluor-18-PSMA

O estudo de PET/CT com PSMA (Antígeno de Membrana Prostática Específica) é indicado para o diagnóstico do câncer de próstata, detecção de metástases (se o tumor avançou para outros órgãos do corpo), recidiva, acompanhamento da resposta terapêutica e planejamento da radioterapia.

Novas indicações para o PET-CT com PSMA estão sendo consolidadas como para estadiamento e avaliação de resposta terapêutica no Carcinoma de Células Renais e no Hepatocarcinoma.

 

  • PET/CT Neurológico com Fluor-18-FDG

O estudo de PET/CT Neurológico visa a compreensão de procesos metabólicos associados a várias doenças neurológicas - como Alzeimer, Parkinson e epilepsia - possibilitando a identificação e localização das regiões do cérebro atingidas. Além disto, ainda é possível dispor de todos os benefícios já mencionados no diagnóstico e estadiamento de tumores. Além do estudo qualitativo, realiza-se a quantificação das regiões do cérebro através um software neurológico que possibilita a identificação mais precisa das áreas de maior ou menor metabolismo cerebral.

  • PET/CT Ósseo com Fluor-18-Fluoreto

Os estudos de PET/CT Ósseo são de grande importância na detecção de tumores e metástases ósseas, na diferenciação de lesões malignas e benignas e na monitoração do tratamento em pacientes com câncer. Além disto, possibilita a localização anatômica precisa destes achados.

CONTRAINDICAÇÕES

O 18 F-FDG, substância injetada no paciente para a realização do exame, não causa nenhum tipo de efeito colateral e pode ser utilizado inclusive em pacientes diabéticos, desde que seguidas as devidas orientações. Em caso de gravidez, a relação custo- benefício deve ser discutida com o médico do paciente. Em caso de lactantes, a amamentação deve ser suspensa até 24 horas após o exame. Nos colocamos à disposição para ajudar.

Coordenadora Médica

  • Dra. Clarice Sprinz, médica especialista em medicina nuclear e radiologia do tórax, gestora responsável pelo serviço de Medicina Nuclear e PET/CT.

Medicina Nuclear

  • Dra. Clarice Sprinz.
  • Dra Ana Amélia Oliveira Raupp, médica especialista em medicina nuclear.
  • Dr. Rafael Bacha Berti, médico especialista em medicina nuclear.

Radiologia

  • Dra. Candice E. S. Santos, radiologista especialista em radiologia do tórax.
  • Dr. Henrique Rodrigues de Abreu, radiologista especialista em radiologia do abdome.
  • Dr. Thiago Krieger Bento da Silva, radiologista especialista em radiologia do tórax.
  • Dr. Túlio Becker Hainzenreder, radiologista especialista em neuroradiologia.

Física Médica

  • Física Médica Luciane Guerra Boanova, Física Médica especialista em medicina nuclear e Supervisora de Radioproteção responsável pelo serviço de Medicina Nuclear e PET/CT.

Enfermagem

  • Enfermeira Karina Bitencourt dos Santos, enfermeira do serviço de Medicina Nuclear e PET/CT.
Como é realizado o exame de PET/CT?

O paciente deve chegar no horário combinado (confirmado pela recepção do Serviço de PET-CT na véspera do exame), irá trocar de roupa, e serão medidos seu peso e sua altura. Receberá uma injeção da substância FDG-F18, que não possui efeito colateral, e ficará em repouso sozinho em uma sala sem estimulo visual e auditivo por 01 hora (não poderá ler ou conversar).

Então, o paciente receberá 04 copos de contraste via oral e, passada uma hora, deve esvaziar a bexiga para a realização do exame. O paciente é posicionado confortavelmente na sala de estudos do PET-CT para a obtenção das imagens de corpo inteiro, que duram em média 10 minutos, dependendo do tipo do exame realizado. Ele deve, então, aguardar a liberação médica, pois poderão ser solicitadas novas imagens para maior precisão do laudo. Após a liberação, o paciente não tem restrição alguma. O laudo estará pronto em 48 horas úteis e disponível no setor de entrega de exames.

Orientações

 

Todos os pacientes recebem uma listagem de orientações que devem ser seguidas para a plena realização do exame. Confira, abaixo, algumas delas:

  • Não fazer exercícios extenuantes 1 dia antes do exame;
  • Não suspender as medicações que eventualmente estiver usando;
  • Não é possível realizar nenhum outro exame no mesmo dia do estudo de PET-CT;
  • Na véspera do exame a recepção entrará em contato com o paciente para confirmar o horário em que o mesmo deverá chegar ao serviço de Medicina Nuclear e PET-CT, sem atrasos devido à estabilidade da dose. Não é necessário chegar antes do horário determinado;
  • A duração do exame é de aproximadamente 03 horas, incluindo a administração do radiofármaco, o tempo de repouso e a liberação do paciente, podendo ser necessário uma permanência maior no hospital de até 06 horas
  • Pacientes menores de 18 anos: o exame somente será realizado mediante a presença de um acompanhante maior de 18 anos;
  • O exame não pode ser realizado em gestantes, pacientes com com suspeita de gravidez ou amamentando;
  • Iniciar a dieta sem açúcar e carboidratos 24 horas antes do estudo de PET-CT;
  • Caso o paciente realize alguma viagem ao exterior em até 48 horas após a realização do exame, informar à equipe técnica para que as devidas orientações sejam fornecidas;
  • Paciente diabético, que faça uso de medicações via oral, deverá ingerir suas medicações na noite anterior ao exame. No dia do exame deverá suspender o uso das medicações via oral para o diabetes;
  • Paciente diabético, que faz uso de insulina:
    • Manter a glicose controlada durante uma semana antes do exame.
    • Não usar insulina ou outras medicações para a diabetes no dia do exame. Você pode baixar as orientações completas para a realização do exame PET-CT Oncológico e a dieta recomendada:

Enfª. Karina Bitencourt dos Santos – Telefone: 3230-6293 ou 6290
Email: karina.dossantos@maededeus.com.br


PEGUNTAS FREQUENTES


Quais são os benefícios da medicina nuclear?

Esse tipo de exame não gera restrição de contato com outras pessoas.  A medicina nuclear pode também definir o tipo e extensão do câncer no organismo, o que irá ajudar o oncologista na decisão sobre a conduta terapêutica mais adequada para cada caso (terapia alvo). Ela também pode ser usada no tratamento de diversas doenças, incluindo artrites, hipertireoidismo e o câncer de tireoide.


A medicina nuclear é segura?

Para realização dos estudos de medicina nuclear, são utilizadas quantidades muito pequenas de material radioativo, o suficiente para realização de um exame acurado com a mínima exposição do paciente à radiação. Os exames são indolores e seguros.


Esse procedimento pode causar alguma reação?

É extremamente rara a ocorrência de reações alérgicas induzidas pelos radiofármacos, mesmo as do tipo mais leve.


O que é PET-CT?

É uma técnica de diagnóstico por imagem que permite a visualização de alterações metabólicas do organismo. PET – tomografia por emissão de pósitrons, em conjunto com informações anatômicas - CT – tomografia computadorizada, forma um equipamento híbrido. A técnica é altamente sensível e largamente utilizada por áreas como a neurologia e a oncologia. Através de um exame de corpo inteiro, permite-se a visualização do metabolismo completo do paciente. Geralmente é utilizado para avaliar se o plano de tratamento de um paciente está gerando efeito desejado pelo médico, devido à sua precisão.

·         Teranóstico no câncer de próstata

Teranóstico é um termo que se refere à abordagem terapêutica que combina diagnóstico e terapia em um único procedimento. Isso significa que um único agente terapêutico é usado para identificar e tratar a doença ao mesmo tempo. A abordagem teranóstica no câncer de próstata passa pela avaliação inicial da doença através do PET/CT com F-18-PSMA e em seguida há a possibilidade de realização de terapia com Lutécio-177-PSMA.

 

·         Terapia para câncer de próstata com Radio-223 (Xofigo)

O Radio-223 (Xofigo) é indicado no tratamento de metástases ósseas em pacientes com câncer de próstata resistente à castração.

 

·         Radioembolização hepática com Ítrio-90

A radioembolização hepática com Ítrio-90 é utilizada para o tratamento de tumores hepáticos. O tratamento consiste na administração de microesferas marcadas com o radioisótopo Ítrio-90 diretamente na circulação arterial hepática. No local onde estas microesferas são implantadas ocorrem altas doses de radiação no tumor podendo retardar o avanço da doença e melhorar a qualidade de vida destes pacientes.

 

·         Terapia para dor óssea com Samário-153

A terapia óssea com Samário utiliza um isótopo radioativo chamado Samário-153 para tratar a dor em pacientes com metástase óssea. O samário-153 é um emissor de partículas beta que emite radiação ionizante, o que pode ajudar a aliviar a dor e melhorar a qualidade de vida desses pacientes.

 

NOTÍCIAS

Emergência

24 HORAS

Tempo médio para atendimento
---
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
TRAUMATOLOGIA
Tempo médio para atendimento
---
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
*Unidade Av. José de Alencar, 286.

PARA VOCÊ

CENTRAL DE ATENDIMENTO

TELEMEDICINA, AGENDAMENTOS, CONSULTAS E EXAMES​