DIABETES, UMA DOENÇA SILENCIOSA

Dia 14 de novembro é o Dia Mundial do Diabetes, data que marca a campanha de conscientização global criada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para alertar sobre aumento da incidência da Diabetes em todo o mundo.

Segundo dados da OMS, a Diabetes causa 5% das mortes globais por ano e o Brasil é o 8º país com maior prevalência da doença. A maior parte das pessoas com diabetes são de meia-idade (45 a 64 anos) e o dado mais alarmante é que as mortes por diabetes aumentarão em mais de 50% nos próximos 10 anos se medidas urgentes não forem tomadas.

O Hospital Mãe de Deus adere a campanha e nada melhor que falar sobre a doença para combate-la. Por isso, trazemos algumas perguntas e respostas importantes na palavra da especialista Dra. Melissa Barcellos Azevedo, médica endocrinologista do corpo clínico do Hospital:

O que é Diabetes e como funciona?

O Diabetes é uma doença que ocorre quando o pâncreas não produz mais insulina suficiente ou quando o organismo não pode utilizar efetivamente a insulina produzida. Ela ocorre em nível celular, na menor parte do nosso organismo. Trata-se da desregulação e circulação inadequada de insulina, o principal hormônio para controlar a glicose no organismo.

Diabetes é uma doença grave?

Sim. Diabetes é uma doença silenciosa e muitas vezes se manifesta já com sintomas graves e irreversíveis o que aumenta a mortalidade e morbidade. É uma doença de causa multifatorial e multissistêmica. As pessoas que têm diabetes e não se dedicam ao tratamento vão acabar apresentando consequências graves. Entre as causas mais frequentes de internações hospitalares e gastos dos serviços de saúde, estão diabetes e suas sequelas como por exemplo, alteração visual e cegueira, doenças cardíacas, infarto, derrame, doenças renais, pé diabético e doenças vasculares periféricas.

Quais são os tipos de Diabetes?

Os dois tipos mais frequentes são: o tipo 1, mais comum na infância, porém também pode ocorrer em adultos, é uma doença crônica e hereditária. Já o tipo 2, o diabetes mais comum, mais frequente entre os adultos, mas com aumento da prevalência também entre crianças e adolescentes, ocorre quando o corpo não aproveita adequadamente a insulina produzida. A causa está diretamente relacionado ao sobrepeso e obesidade, além de sedentarismo.

Diabetes tem cura? Qual é o principal vilão? 

Na imensa maioria dos casos, não tem cura. Trata-se de uma doença crônica, de causa multifatorial, principalmente relacionada a hábitos de vida. Os fatores causais ditos modificáveis são os mais importantes, como o aumento do peso e o sedentarismo. Alimentos com índice glicêmico alto como farinhas, doces, bebidas, doces, algumas frutas e bebidas alcoólicas devem ser cortados.

Como identificar a Diabetes? Devo fazer acompanhamento médico? 

Diabetes é uma doença diagnosticada através de exames laboratoriais através da dosagem de glicemia em jejum ou teste de tolerância a glicose. O acompanhamento médico é essencial para detecção precoce da doença. Após o diagnóstico, consultar seu médico ou equipe médica e equipe multidisciplinar. Endocrinologistas, clínicos, cardiologistas, nefrologistas, oftalmologistas entre outros, geralmente, sãos especialistas que auxiliam no tratamento do paciente diabético, assim como, na prevenção de suas complicações. Além da consulta médica, é importante acompanhamento nutricional e atividade física regular.

Quais são os principais sinais e sintomas?

  • Perder muito peso
  • Alteração visual
  • Dor e fraquezas nas pernas
  • Urinar muito
  • Ter muita sede

Quais são os fatores de risco:

  • Obesidade e sobrepeso
  • Sedentarismo
  • Excesso de gordura corporal
  • Pressão alta
  • Colesterol ruim alto ou colesterol bom baixo e alterações na taxa de triglicérides no sangue
  • Pais, irmãos ou parentes próximos com diabetes
  • Mulher que deu à luz a criança com mais de 4kg
  • Diabetes gestacional
  • Síndrome de ovários policísticos
  • Apneia do sono
  • Uso de medicamentos da classe dos glicocorticoides

Quais os principais cuidados que um diabético deve ter?

  • Fazer exercício físico
  • Alimentação adequada, com orientação médica ou do nutricionista
  • Ir no médico regularmente
  • Comer diariamente verduras, legumes, carnes magras, algumas frutas e cereais
  • Reduzir o consumo de sal, açúcar e gorduras saturadas
  • Parar de fumar
  • Praticar exercícios físicos regularmente, (pelo menos 30 minutos todos os dias)
  • Manter o peso controlado
  • Cuidados com os pés
  • Não utilizar qualquer tipo de medicamento sem consultar seu médico

 

Emergência

24 HORAS

Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
TRAUMATOLOGIA
Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
*Unidade Av. José de Alencar, 286.

PARA VOCÊ

CENTRAL DE ATENDIMENTO

TELEMEDICINA, AGENDAMENTOS, CONSULTAS E EXAMES​

Sala de imprensa

Silvana Porto Alegre Schmidt
Fone: (51) 3213-8852
Celular: (51) 99992-4514
silvana.schmidt@aesc.org.br

TODAS AS NOTÍCIAS:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Mais notícias

Tratamento cardíaco pós internação

Para que nossos pacientes cardíacos que recebem alta possam sair tranquilos, o Hospital Mãe de Deus criou o Serviço Integrado de Transição (SIT). No momento do check-out hospitalar, uma consulta já é agendada para 48 horas após a saída.

Conheça o Centro de Medicina Intervencionista do Hospital Mãe de Deus

Unindo equipamentos de imagem de última geração com a expertise de uma equipe altamente capacitada, com o objetivo de oferecer tratamentos com alta precisão, tempo de recuperação mais curto e baixo risco de complicações para os pacientes, o Hospital Mãe de Deus conta com um Centro de Medicina Intervencionista.

Checkup no podcast “Hora da Consulta”

A pandemia do coronavírus fez com que as pessoas redobrassem os cuidados com as mais variadas doenças. Mas, afinal, qual seria a melhor forma de prevenção? Com que frequência eu devo realizar exames? É sempre adequado estar com o checkup em dia?

O que é o refluxo e quais são os seus sintomas?

Refluxo é um quadro caracterizado pelo retorno do conteúdo do estômago em direção à boca, causando sintomas como sensação de queimação, gosto amargo na boca, vômitos e dificuldade para engolir alimentos. Se não for tratado corretamente, pode provocar uma intensa inflamação na parede do esôfago, podendo evoluir para quadros mais graves.