Videodeglutograma avalia problemas no processo de deglutição (Disfagias)

O exame de Raio X possibilita diagnosticar a dificuldade que alguns pacientes sentem ao engolir.

Dificuldade ou dor para deglutir, sensação de alimento parado na garganta, engasgos frequentes, infecções respiratórias de repetição. Se você sofre com algum desses problemas, o Videodeglutograma pode auxiliar o seu diagnóstico. O exame avalia o processo de deglutição e, normalmente, é solicitado por pneumologistas, neurologistas, geriatras, gastroenterologistas e otorrinolaringologistas, geralmente por indicação fonoaudiológica.

Para esclarecer dúvidas sobre o exame, a fonoaudióloga do Hospital Mãe de Deus, Bruna Valim da Cunha, respondeu algumas perguntas frequentes sobre o tema:

O que é o Videodeglutograma?

É um exame de raio-x dinâmico, feito no Centro de Diagnóstico por Imagem do Hospital Mãe de Deus, e que permite avaliar a função de deglutição e as estruturas anatômicas do trato digestivo, como boca, faringe, esôfago. Durante a execução do procedimento, o fonoaudiólogo é o profissional que conduz o processo, testando diferentes consistências e manobras que favoreçam a deglutição. 

Como é feito?

O paciente ingere alimentos de diferentes consistências com contraste de sulfato de bário. Com a monitorização de um aparelho de raio-X, realiza-se um vídeo, sendo desta forma possível avaliar toda a função e as estruturas anatômicas envolvidas no processo de deglutição.

Qual a importância desse exame?

O resultado possibilita aos profissionais maior compreensão da função de deglutição, ajudando a diagnosticar possíveis distúrbios e nortear o melhor tratamento. Além disso, é uma importante ferramenta para definir a via de alimentação mais segura ao paciente.

Quando é indicado?

Normalmente, é indicado para casos de:

  • Engasgos frequentes durante as refeições;
  • Sensação de alimento parado na garganta;
  • Dor para deglutir;
  • Falta de ar durante e após alimentação;
  • Pacientes que fazem infecções respiratórias de repetição.

Quais são as principais patologias associadas a esses problemas de deglutição?

  • Doenças neurológicas (AVC, Doenças neurológicas ou neurodegenerativas, demências);
  • Câncer de cabeça e pescoço;
  • Doenças gástricas (acalasia, doença do refluxo gastresofágico);
  • Entre outras.

Como agendar o exame no Hospital Mãe de Deus?

Com o pedido médico em mãos, o agendamento pode ser feito por telefone: (51) 32030-6000, Whatsapp (51) 3230-6001, no aplicativo Mãe 360° ou através do site.

Emergência

24 HORAS

Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
TRAUMATOLOGIA
Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
*Unidade Av. José de Alencar, 286.

PARA VOCÊ

CENTRAL DE ATENDIMENTO

TELEMEDICINA, AGENDAMENTOS, CONSULTAS E EXAMES​

Sala de imprensa

Fabíola Bach – Assessoria de Imprensa
Celular: (51) 99952-1462
fabiolaback29@gmail.com

TODAS AS NOTÍCIAS:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Mais notícias

A vitória do pequeno guerreiro Miguel

O pequeno Miguel nasceu com 655 gramas e medindo 34 cm. Foram 96 dias de angústia para os papais Bianca e Jhonatan vendo-o lutar por sua vida a cada segundo. Os dias foram passando, diversas batalhas foram travadas e o “guerreiro Miguel” foi vencendo cada uma delas até, finalmente, receber alta. Para comemorar esse momento tão emocionante, toda equipe da Maternidade se reuniu e celebrou a alta dele.

Hospital Mãe de Deus marca presença no ASCO GU 2024

Manter-se atualizado diante das inovações tecnológicas de qualquer área é algo essencial para garantir o melhor serviço. E é por isso que o HMD, na figura do Coordenador do Centro Integrado de Oncologia do HMD, Dr. Alan Azambuja, esteve presente no ASCO GU 2024, congresso de maior visibilidade e atualização em Uro-Oncologia.

Limpeza de fachada do Hospital Mãe de Deus

Estamos efetuando a limpeza das fachadas do Hospital Mãe de Deus, incluindo os prédios das ruas José de Alencar, Costa e Grão Pará. O procedimento contará com uma equipe de alpinistas certificados que realizarão hidrojateamento e aplicação de produtos especializados.