Toda saúde importa

A pandemia do Novo Coronavírus está mexendo com as estruturas do mundo, dos países, das famílias e das instituições. Estamos aprendendo a viver uma nova realidade, muitos estão com medo. Por isso, nós, enquanto uma instituição que tem como missão oferecer saúde de qualidade e com segurança, queremos chamar atenção para pacientes com outras doenças que não a Covid-19.

Em países como Estados Unidos, foram publicados estudos em que a taxa de mortalidade por outras doenças, como cardíacas, aumentou com a pandemia, pois as pessoas estão com medo de ir ao hospital.

Por isso, estamos lançando a campanha “Toda saúde importa”, que mostra as iniciativas que o Hospital Mãe de Deus está trabalhando, desde o início da pandemia, para que nossos pacientes sejam atendidos com segurança, independente da sua doença. Muitas delas foram ratificadas na Portaria da Secretaria Estadual da Saúde nº 274, publicada em 23 de abril.

O Hospital Mãe de Deus organizou novos fluxos em seu Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI), a exemplo do que vem realizando nas demais áreas. O objetivo é proporcionar maior segurança para pacientes que não estão com sintomas gripas e que necessitam dar andamento em seus tratamentos.

Todas as áreas do CDI passaram a ter dois fluxos de atendimentos: Um para pacientes com sintomas gripais com suspeita de COVID-19 e outro para pacientes assintomáticos. Confira:

Ecografia:

  • A estrutura localizada dentro do Hospital será exclusiva para atendimentos via Emergência.
  • Para os pacientes eletivos e pacientes sem sintomas gripais, o atendimento será realizado, a partir de 1/4, na unidade localizada no subsolo do Centro Clínico Mãe de Deus na rua Costa, número 30. Com isto, os pacientes não acessam o Hospital.

Tomografia e Ressonância: todos os pacientes com exames agendados são contatados previamente e questionados sobre sintomas respiratórios. A entrada de pacientes sem sintomas gripais ocorre pelo Acesso 1, na Av. José de Alencar.

Para os pacientes com sintomas gripais que necessitam realização de tomografia possuímos uma sala e um tomógrafo exclusivo para atendimento a esses pacientes. Na ressonância magnética, caso seja necessário realizar exames de pacientes com sintomas gripais é aplicado um protocolo de utilização de equipamentos de proteção individual por parte das equipes e de desinfecção rigorosa do equipamento e de todo o ambiente.

Centro de Terapia Endovascular: os ambientes onde são realizados os procedimentos vasculares, cardíacos, neurológicos e de radiologia intervencionista, também contam com atendimentos distintos, paramentação dos profissionais de saúde e higienização dos equipamentos e ambientes.

Planejamento de Radioterapia: todo o planejamento de Radioterapia é desenvolvido no espaço do PET-CT, fora do fluxo de atendimento de pacientes suspeitos de COVID-19.

Em todos os atendimentos eletivos o paciente é contatado anteriormente e questionado sobre possuir sintomas respiratórios. Quando identificado algum sintoma gripal, existe uma reavaliação da necessidade de realização ou adiamento de seu exame validado com o médico solicitante. Havendo a necessidade de realização, o paciente passará para o fluxo especial, destinado a portadores de sintomas gripais. Após os exames, os equipamentos e o ambiente passam por um protocolo rigoroso de limpeza e desinfecção.

O Centro Integrado de Oncologia do Hospital Mãe de Deus possui sua unidade ambulatorial de tratamento – localizada na Rua Costa, 30 – em um prédio separado do Hospital da Av. José de Alencar. A unidade recebe pacientes que estão realizando quimioterapia e imunoterapia. Já os pacientes em tratamento de radioterapia são atendidos na Unidade localizada na Av. Orfanotrófio, 299, um local amplo e com estacionamento próprio para o conforto dos pacientes.

O processo de agendamento dos pacientes foi adaptado para que não haja aglomeração, a sala de espera é arejada e as poltronas foram reorganizadas respeitando todas as recomendações. Paralelamente, todos os pacientes com potenciais sintomas gripais são identificados para que sigam um fluxo e um horário diferenciado. Os pacientes que não precisam de consultas de urgência, que necessitam apenas apresentar um exame, por exemplo, serão atendidos via telemedicina.

E para que o tratamento seja o mais curto possível, a Unidade de Radioterapia já utiliza há algum tempo a técnica de hipofracionamento, que significa realizar, dentro de protocolos estabelecidos, um menor número de sessões.

A Emergência do Hospital Mãe de Deus segue disponibilizando um fluxo diferenciado com médicos oncologistas disponíveis para atender pacientes com câncer ou com suspeita de doença.

Além disso, as reuniões clínicas – Tumor Boards – estão sendo realizadas através de videoconferência unindo diferentes especialistas nas discussões multidisciplinares o que fortalece o compromisso de entregar ao paciente nossa missão de resolver.

O Hospital Mãe de Deus reforça que mantém processos assistenciais seguros e adotou medidas de separação de fluxos para estas situações, desde o início da pandemia. Colocando-se à disposição dos médicos e pacientes, que são quem define o melhor momento dos procedimentos.

Um dos principais diferenciais foi a criação de um comitê composto por cirurgiões de diferentes especialidades do Corpo Clínico do HMD, que auxiliam nas decisões a respeito de mantermos um serviço preparado e seguro para os pacientes.

Como primeira e mais importante estratégia, o Mãe de Deus recomenda que a consulta pré-anestésica seja realizada pelo médico anestesiologista através de ferramentas à distância. A instituição solicita que todos os pacientes com procedimentos agendados tenham esta consulta realizada.

Para oferecer ainda mais segurança neste momento de Pandemia, implantamos a opção de Check-in no Quarto, aos pacientes que são encaminhados para procedimentos eletivos e necessitam de internação. A partir de agora, o processo de ingresso do paciente será realizado de forma individualizada em seu leito, evitando tempo de espera na recepção.

No contato telefônico do dia anterior à internação, quando já é realizada uma triagem, será realizado um pré check-in. Desta forma, toda documentação estará pronta e será encaminhada ao paciente já em seu quarto, para validação e assinaturas.

Desde janeiro, o Hospital formou o Comitê Covid-19, com a participação da diretoria e profissionais de diversas áreas, que vem trabalhando em várias frentes: padronização do uso de EPIs, elaboração de novos protocolos de fluxo de pacientes, definição de áreas e profissionais exclusivos para este atendimento, ações de cuidado aos funcionários, relacionamento com o Corpo Clínico. Esse comitê se reúne com frequência para atualização dos planos de ação e linhas de tratamento.

Desde o dia 15 de abril, a nova CTI já está em funcionamento, em um andar diferente da atual estrutura. Os dez novos leitos serão destinados, inicialmente, para pacientes não Covid-19, que necessitem de tratamento intensivo.

Para proporcionar espaços mais amplos para o atendimento, o Espaço Azul – área exclusiva para pacientes com sintomas gripais – passou para dentro do Hospital. Agora, com 5 consultórios e mais espaços para os pacientes durante a jornada de atendimento.

A premissa na mudança foi a permanência de fluxos separados aos demais pacientes que necessitam de atendimento na Emergência, o que acontece já na entrada e saída de pacientes por portas diferentes. Ambas localizadas na Av. José de Alencar. Enquanto a Emergência tradicional permanece no Acesso 2 (porta vermelha), o Espaço Azul usa a porta com sinalização externa em azul. O fluxo contempla o uso adequado de equipamentos de proteção individual, avaliação médica direcionada.

Após a avaliação médica, os pacientes podem ser encaminhados para isolamento domiciliar ou internação. Quando o paciente é orientado a realizar isolamento domiciliar ele receberá uma senha para acessar diretamente o resultado do seu exame através do nosso site.

Local: rua José de Alencar, número 286
Horário: Todos os dias, 24h
Operadoras de saúde:

  • AJURIS – Associação dos Juizes do Rio Grande do Sul
  • AMIL – Assistência Médica Internacional S.A.
  • AMPRGS – FAS/RS
  • AMS PETROBRÁS – Refinaria
  • ASSEFAZ – Fundação Assistencial dos Servidores do Ministério da Fazenda
  • BACEN
  • Bradesco
  • CABERGS – Caixa de Assistência dos Empregados do Banco do Estado do Rio Grande do Sul
  • CAF – RBS
  • Caixa Econômica Federal CEF – SAÚDE CAIXA
  • CASF
  • Cassi
  • CONAB
  • COOPERSINOS
  • DOCTOR CLIN
  • Embratel
  • Golden Cross
  • Life
  • Mediservice
  • Notre Dame
  • Omint Serviços de Saúde Ltda
  • SAMEISA
  • SAÚDE PAS
  • SULAMÉRICA Saúde
  • SULMED
  • Tacchini
  • Unimed Federação
  • Unimed Porto Alegre
  • USISAUDE

*Além dos convênios das operadoras de saúde, o atendimento também é realizado na opção particular no valor de R$250,00 + taxas administrativas. 

Nossos pacientes que buscam atendimento para quaisquer enfermidades, ao acessarem a Emergência, são questionados sobre sintomas respiratórios e, havendo identificação dos critérios para COVID-19, recebem uma máscara e são encaminhados para o Espaço Azul, local externo ao hospital especialmente desenvolvido para atendimento das síndromes respiratórias.  

Todo caso suspeito é informado para a Vigilância em Saúde, junto com um questionário sobre o estado de saúde. Esta intermediação é realizada pela área de Qualidade e Segurança do Hospital, que está em constante atualização dos protocolos do governo.

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA GARANTIR A SEGURANÇA DE TODOS

Conforme decreto 55.240 de 10 de maio de 2020 é obrigatória a utilização de máscaras

Ao chegar ao hospital realize a higienização das mãos com solução alcoólica no ponto mais próximo de você. Possuímos dispensadores de álcool gel em todas as nossas portas de entrada.

Ao fazer o cadastro você será questionado sobre a presença de sintomas respiratórios, seja verdadeiro nas suas respostas, essa medida visa garantir segurança para todos que circulam em nossa Instituição.

A opção por realizar a pergunta sobre sintomas em detrimento de verificação da temperatura está embasada nos últimos dados publicados onde menos de 40% dos casos conformados de coronavírus apresentaram febre. Dessa forma, acreditamos que a identificação de qualquer sintoma respiratório, mesmo que leve, garanta ainda mais segurança para todos os nossos pacientes, acompanhante e colaboradores

Possuímos uma política de restrição de visitas, que visa a redução da circulação e de aglomeração de pessoas dentro do hospital. Por favor respeite as regras e caso tenha alguma situação particular, não hesite em nos procurar para juntos resolvermos da melhor forma.

O acesso do Laboratório é feito diretamente pela entrada da Rua Costa, não sendo necessário o acesso ao interior do Hospital.

TESTES COVID-19

Desde que a pandemia do coronavírus iniciou, surgiram diferentes possibilidades de testes para diagnóstico da COVID-19. Por conta disso, várias dúvidas podem surgir a respeito de qual teste seria mais adequado, qual a precisão de cada um e quais os significados dos termos técnicos utilizados.

Confira a explicação sobre cada tipo de teste disponível no Laboratório do Hospital Mãe de Deus:

Molecular (RT-PCR e RT-PCR Genexpert)

O teste Molecurar RT-PCR (do inglês reverse-transcriptase polymerase chain reaction), é considerado o padrão-ouro no diagnóstico da COVID-19, cuja confirmação é obtida através da detecção do RNA (da molécula) do SARS-CoV-2 na amostra analisada, preferencialmente obtida de raspado de nasofaringe. Realizado em sistema aberto (amostra analisada em três setores), com sensibilidade de 100%. Se houver material genético do SARS-CoV-2 na amostra, sondas específicas detectam a sua presença e emitem um sinal, que é captado pelo equipamento e traduzido em resultado positivo.

No HMD, o exame pode ser realizado através de consulta no Espaço Azul (emergência destinada a pacientes com síndrome gripal). A coleta deve ser realizada preferencialmente a partir do terceiro dia após o início dos sintomas e até o décimo dia, pois ao final desse período, a quantidade de RNA tende a diminuir. Ou seja, o teste RT-PCR identifica o vírus no período em que está ativo no organismo, tornando possível aplicar a conduta médica apropriada: internação, isolamento social ou outro procedimento pertinente para o caso em questão.

O teste molecular (RT-PCR Genexpert) auxilia pacientes e profissionais da saúde com precisão e agilidade. Realizado em sistema fechado (único equipamento), com sensibilidade de 92,6% . A coleta do exame para pacientes ambulatoriais é realizada por agendamento. Os horários disponíveis são de segunda a sexta, das 13h às 18h, com prazos de entrega em até 12h para pacientes ambulatoriais e da Emergência e 6h para pacientes internados.


Sorologia

A sorologia, diferentemente da RT-PCR, verifica a resposta imunológica do corpo em relação ao vírus. Isso é feito a partir da detecção de anticorpos IgG e IgM (metodologia Quimioluminescência) em pessoas que foram expostas ao SARS-CoV-2. Nesse caso, o exame é realizado a partir da amostra de sangue do paciente. Para que o teste tenha maior sensibilidade, é recomendado que seja realizado, pelo menos, 10 dias após o início dos sintomas. Isso se deve ao fato de que produção de anticorpos no organismo só ocorre depois de um período mínimo após a exposição ao vírus.

Realizar o teste de sorologia fora do período indicado pode resultar num resultado falso negativo. Por isso, para realizar o exame é necessário o pedido médico. Em caso de resultado negativo, uma nova coleta pode ser necessária, a critério médico. É importante ressaltar, ainda, que nem todas as pessoas que têm infecção por SARS-COV-2 desenvolvem anticorpos detectáveis pelas metodologias disponíveis, principalmente aquelas que apresentam quadros com sintomas leves ou não apresentam nenhum sintoma. Desse modo, podem haver resultados negativos na sorologia mesmo em pessoas que tiveram COVID-19 confirmada por PCR.


Testes rápidos

Estão disponíveis no mercado dois tipos de testes rápidos: de antígeno (que detectam proteínas “do” na fase de atividade da infecção) e os de anticorpos (que identificam uma resposta imunológica do corpo em relação ao vírus). A vantagem desses testes seria a obtenção de resultados rápidos para a decisão da conduta.

No entanto, a maioria dos testes rápidos existentes possuem sensibilidade e especificidade muito reduzidas em comparação as outras metodologias. O Ministério da Saúde aponta que os testes rápidos apresentam uma taxa de erro de 75% para resultados negativos, o que pode gerar insegurança e incerteza para interpretar um resultado negativo e determinar se o paciente em questão precisa ou não manter o isolamento social.

Como o teste rápido não possui a mesma sensibilidade que os demais métodos, é importante ter a orientação e o acompanhamento de um médico.

Os testes rápidos para COVID-19 são similares aos testes de farmácia para gravidez. No caso do teste para COVID-19, faz-se uso de uma lâmina de nitrocelulose (uma espécie de papel) que reage com a amostra e apresenta uma indicação visual em caso positivo.

Para não ficar dúvidas, confira perguntas frequentes que recebemos:

Quais são os exames que temos disponíveis?

  • MOLECULAR (PCR): Internados e via Espaço Azul, após avaliação médica. Ambulatoriais apenas para alguns convênios.
  • SOROLOGIA: Ambulatorial, Emergência e internados.
  • TESTE RÁPIDO: Ambulatorial, Emergência e internados.

Quais as principais diferenças?

  • MOLECULAR (RT-PCR): Padrão ouro, mais específico e sensível. Pesquisa o DNA do vírus. Realizado em sistema aberto (amostra analisada em 3 setores), com sensibilidade de 100%.
  • MOLECULAR (RT-PCR Genexpert) – Realizado em sistema fechado (único equipamento), com sensibilidade de 92,6%
  • SOROLOGIA: Pesquisa de anticorpos IgG e IgM por metodologia Quimioluminescência.
  • TESTE RÁPIDO: Pesquisa de Anticorpos IgG e IgM por metodologia Imunocromatográfica. Teste validado pelo Laboratório Fleury.

Quando coletar? (Melhor período)

  • MOLECULAR (PCR): entre o 3º e 10º dia após o início dos sintomas
  • MOLECULAR (RT-PCR Genexpert): entre o 3º e 10º dia após o início dos sintomas
  • SOROLOGIA: A partir do 10º dia do início dos sintomas.
  • TESTE RÁPIDO: A partir do 10º dia do início dos sintomas.

Em quanto tempo fica pronto?

  • MOLECULAR (PCR): 5 dias ou 120h
  • MOLECULAR (RT-PCR Genexpert): em até 12h para pacientes ambulatoriais e da emergência. Internados em até 6h.
  • SOROLOGIA: 2 dias
  • TESTE RÁPIDO: 2h.

Aceita convênio?

  • MOLECULAR (PCR): Sim.*
  • MOLECULAR (RT-PCR Genexpert): Não.
  • SOROLOGIA: Não.
  • TESTE RÁPIDO: Não.

Qual valor particular?

  • MOLECULAR (PCR): R$ 360,00
  • MOLECULAR (RT-PCR Genexpert): R$ 450,00
  • SOROLOGIA: R$ 300,00
  • TESTE RÁPIDO: R$ 415,00

Fonte da matéria: Fleury, Medicina e Saúde, parceiro do Hospital Mãe de Deus.

Para mais informações, entre em contato pelo telefone (51) 3230.6000.

Convênios habilitados para atendimento e realização do exame tipo molecular (PCR)*

Operadoras:

  • AJURIS – Associação dos Juizes do Rio Grande do Sul
  • ALLIANZ
  • AMIL – Assistência Médica Internacional S.A.
  • AMPRGS – FAS/RS
  • AMS PETROBRÁS – Refinaria
  • ASSEFAZ – Fundação Assistencial dos Servidores do Ministério da Fazenda
  • BACEN – BANCO CENTRAL DO BRASIL
  • BRADESCO
  • CABERGS – Caixa de Assistência dos Empregados do Banco do Estado do Rio Grande do Sul
  • CAF – RBS
  • Caixa Econômica Federal CEF – SAÚDE CAIXA
  • Care Plus
  • CASF – BANCO DA AMAZONIA
  • CASSI – Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil
  • CONAB
  • COOPERSINOS
  • DANAMED
  • DOCTOR CLIN
  • EMBRATEL – CLARO
  • FUSEX – Fundo de Saúde do Exército
  • GKN
  • GOLDEN CROSS
  • MEDISERVICE
  • NOTRE DAME
  • OMINT
  • PESQUISA ONCO
  • SAMEISA
  • SAÚDE PAS
  • SULAMÉRICA Saúde
  • SULMED
  • TACCHINI
  • Unimed Federação
  • Unimed Porto Alegre
  • USISAUDE / USIMINAS

Convênios habilitados para atendimento e realização de exames tipo DETECÇÃO COVID 19, TESTE RÁPIDO COVID 19, COVID 2019 ANTICORPOS IgG IgM e COVID TESTE MOLECULAR RÁPIDO:

  • Dana
  • GKN

Sempre em busca das melhores soluções para seus pacientes, principalmente num momento onde o distanciamento social é recomendado, o Hospital Mãe de Deus investiu em uma plataforma de telemedicina que irá facilitar a consulta à distância.

Inicialmente, será possível realizar:

  • Consultas na Emergência.
  • Consultas para Covid-19.
  • Consulta Oncológica.
  • Avaliação pré-anestésica.

Como funciona?

Você liga para (51) 3230-6000 e agenda a consulta via Telemedicina Mãe de Deus.

A nossa equipe enviará o link da consulta para o seu celular, via SMS. A consulta, que poderá ser particular ou por convênio, será realizada por vídeo, chamada de voz ou chat.

Para os pacientes que preferem o atendimento presencial, o Ambulatório de Especialidades (que pode ter consultas agendadas pelo www.maededeus.com.br ou 51 – 32306000) possui um acesso diferente do Espaço Azul.

Ainda assim, é possível agendar com médicos credenciados do Corpo Clínico de diferentes especialidades que possuem consultório próprio no Centro Clínico Mãe de Deus (Rua Costa, 30), pelo telefone 3230-2600.

A triagem para pacientes cirúrgicos recebeu uma nova etapa: no dia anterior ao procedimento, através de contato telefônico realizado pelo hospital, é aplicado um questionário de pré check-in. Trata-se de um checklist validado, que permite identificar pacientes com potenciais sintomas gripais ou casos confirmados.

Durante admissão no serviço cirúrgico, antes do ingresso do paciente no setor, são realizados novos questionamentos para identificação de pacientes com síndrome gripal ou casos confirmados de Covid-19. Para cada uma das situações acima, será contatada a equipe cirúrgica de forma a definir em conjunto a necessidade de urgência ou cancelamento do procedimento.

Caso haja a indicação do procedimento cirúrgico em pacientes com síndrome gripal ou Covid-19, foi desenhado um processo assistencial específico, seguindo referências técnicas, com todas precauções adequadas. Os pacientes assintomáticos seguem fluxo próprio. Os protocolos de precaução existentes reforçam segurança nestes casos.

Além do Bloco Cirúrgico localizado na avenida José de Alencar, a Unidade Carlos Gomes do Hospital Mãe de Deus (Av. Soledade, 569), possui oito salas cirúrgicas, para procedimentos de baixa e média complexidade.

Uma infraestrutura adequada e segura, que segue parâmetros assistenciais internacionais, e está localizada em unidade sem atendimento a pessoas com sintomas gripais.

Além disso, possui ainda o Pronto Atendimento em Traumatologia e Ortopedia, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h. Uma das novidades na reformulação do mix de serviço do Hospital para este ano. E no 12º, nossa estrutura para realização de hemodiálises permanece ativa.

SÉRIE DE VÍDEOS COM MÉDICOS DE DIFERENTES ESPECIALIDADES DO HOSPITAL

Para comunicar sobre como dar continuidade a tratamentos, o que fazer em caso de cirurgia marcada e quando tiver algum sintoma diferente, gravamos uma série de vídeos com nossos especialistas. Por meio de depoimentos, eles tiram as dúvidas mais recorrentes dos nossos pacientes.

Emergência

24 HORAS

Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
TRAUMATOLOGIA
Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
*Unidade Av. José de Alencar, 286.

PARA VOCÊ

CENTRAL DE ATENDIMENTO

TELEMEDICINA, AGENDAMENTOS, CONSULTAS E EXAMES​

NOTÍCIAS