Qualidade e eficiência do Centro Cirúrgico

Para garantir uma cirurgia segura é necessário cumprir diversas e rigorosas etapas

O Hospital Mãe de Deus conta com diversos indicadores para avaliar cada um dos serviços prestados à população. O método é necessário para que a Instituição possa obter um panorama geral dos seus processos internos e, assim, oferecer o melhor aos pacientes e ao Corpo Clínico.

Quando se trata do Centro Cirúrgico, duas premissas são essenciais: qualidade e eficiência.

Qualidade


Para garantir uma cirurgia segura é necessário cumprir diversas e rigorosas etapas de confirmação de informações de nossos pacientes, processo este chamado de Check List de Cirurgia Segura.

O método é um instrumento preconizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e validado a partir de um estudo publicado em 2009 no The New England Journal of Medicine. A publicação mostrou que a taxa de mortes e de complicações cirúrgicas caiu mais de 30% nos oito hospitais que participaram do programa piloto.

O método de trabalho passa por três etapas de verificação:

Sign in: a equipe confere todos os dados do paciente, o tipo de procedimento a ser realizado, verifica se a equipe médica e assistencial estão completas e em sala, se será necessário o uso de algum medicamento como cuidado preventivo, se equipamentos e materiais estão disponíveis e prontos para uso, é repassa a lateralidade (em que parte do corpo será o procedimento), entre outras situações. Tudo isso é feito antes da anestesia.

Time out: antes de qualquer incisão cirúrgica, as equipes assistencial e médica novamente realizam uma dupla checagem dos dados do paciente, do procedimento cirúrgico, da equipe presente em sala, do risco de sangramento e da necessidade de reserva de sangue, bem como lateralidade, necessidade e administração de antibióticos, entre outros itens. Conforme o coordenador do Serviço Cirúrgico, enfermeiro Gabriel Becker Rosner , o time out é um “divisor de águas”, principalmente para evitar erros e danos ao paciente.

Check out: concluído o procedimento, a equipe confere novamente todos os dados, se tudo proposto na cirurgia foi executado, realiza os registros médicos e também os demais encaminhamentos para o pós-operatório imediato.

Outros processos fundamentais para garantir qualidade aos pacientes e prevenir infecções de sítio cirúrgico ocorrem de forma paralela dentro do serviço. Todos os materiais utilizados nos procedimentos passam por um rigoroso processo de limpeza, desinfecção e esterilização na Central de Materiais e Esterilização, com equipamentos de última geração e automatizados.

“Cada parte do processo apresenta indicadores que apontam a qualidade e garantia de esterilização no Bloco Cirúrgico, bem como da rastreabilidade de todos os materiais e instrumentais utilizados no paciente. Tudo que foi usado, é rastreado”, lembra Rosner.

Eficiência

O hospital monitora a jornada do paciente desde a chegada


A eficiência dentro de um centro cirúrgico é multisetorial, com diversos processos em várias frentes, culminando sempre na melhor experiência de jornada dos clientes e equipes médicas. No agendamento cirúrgico de cada procedimento constam todas as necessidades para a abordagem cirúrgica mais adequada, conforme indicação médica, e, em paralelo, a Central de Autorizações do Hospital valida as informações com os convênios e autoriza a cirurgia. Uma semana antes da data prevista para o procedimento, todos os dados são revisados, com solicitações dos materiais previamente autorizados, bem como observações e ajustes na escala.

Ainda 24h antes do procedimento, mais uma revisão da escala cirúrgica é feita entre as equipes. Neste momento, também é realizado o pré-checkin, confirmando os dados principais do paciente em um pré-cadastro, sinalizando-o sobre seu procedimento, além de confirmar o horário e as orientações diversas para o indivíduo.

Para garantir a eficiência e a entrega da melhor experiência ao cliente, no dia da cirurgia, o Hospital monitora a jornada do paciente desde a chegada. A Instituição possui tempo máximo para o atendimento e admissão deste paciente no centro cirúrgico, bem como controle de início, término das cirurgias e tempo entre as trocas de sala cirúrgica. De acordo com Rosner, o foco é total na garantia de organização da agenda e na entrega da sala cirúrgica com pontualidade de horário.

“Tudo isso é feito para que possamos trabalhar com a garantia de que todos os procedimentos ocorram no tempo previsto e com o máximo de qualidade, eficiência e satisfação na jornada do cliente”, finaliza o coordenador.

Emergência

24 HORAS

Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
TRAUMATOLOGIA
Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
*Unidade Av. José de Alencar, 286.

PARA VOCÊ

CENTRAL DE ATENDIMENTO

TELEMEDICINA, AGENDAMENTOS, CONSULTAS E EXAMES​

Sala de imprensa

Fabíola Bach – Assessoria de Imprensa
Celular: (51) 99952-1462
fabiolaback29@gmail.com

TODAS AS NOTÍCIAS:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Mais notícias

Doulas e Parto Humanizado: Perguntas e Respostas

O que você entende por parto humanizado? Já ouviu falar? O parto humanizado prioriza a fisiologia do corpo da mulher e o desejo de vivenciar com autonomia o nascimento do bebê, utilizando recursos apenas quando solicitado pela mulher ou por necessidade, com base científica.

nucleo-integrado-mama

Hospital Mãe de Deus apresenta seu Núcleo Integrado de Mama

No mês de prevenção ao câncer de mama, o Hospital Mãe de Deus, por meio do Centro Integrado de Oncologia, consolida seu Núcleo Integrado de Mama. Após muitos anos atendendo pacientes nesta especialidade, a instituição marca um reposicionamento do serviço.