MATERNIDADE ADAPTA SEU MIX DE SERVIÇO ENCERRANDO A EMERGÊNCIA OBSTÉTRICA

Emergência do Hospital Mãe de Deus
Emergência do Hospital Mãe de Deus

O Hospital Mãe de Deus, buscando adequar seu mix de serviço da Maternidade ao contexto da sociedade de Porto Alegre, comunica que, a partir de 20/4 (segunda-feira), foca exclusivamente seu atendimento no nascimento de crianças (cesarianas ou parto vaginal), e em serviços ambulatoriais como monitorização e avaliação do bem estar fetal e curetagem, deixando de oferecer o serviço de Emergência Obstétrica. A medida levou em consideração a queda da taxa de fecundidade total da cidade e a manutenção de um serviço com segurança assistencial para as famílias.

Cabe ressaltar que a Maternidade permanece com a disponibilização de uma equipe assistencial de retaguarda, para o preparo da paciente até a chegada do médico assistente; segue as premissas do Parto Adequado, projeto desenvolvido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS); e oferece a possibilidade de up-grade de acomodação para as famílias com plano de saúde semi-privativo que desejarem mais privacidade, entre outros diferenciais.

Estas medidas contribuem para a oferta de um ambiente seguro e acolhedor para um momento especial na vida das famílias, diferenciais preconizados pelo Hospital Mãe de Deus em seus 40 anos de atuação.

TRAUMATOLOGIA
Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
*Unidade Av. José de Alencar, 286.

CLIQUE ABAIXO:

CENTRAL DE ATENDIMENTO

TELEMEDICINA, AGENDAMENTOS, CONSULTAS E EXAMES​

Sala de imprensa

Silvana Porto Alegre Schmidt
Fone: (51) 3213-8852
Celular: (51) 99992-4514
silvana.schmidt@aesc.org.br

TODAS AS NOTÍCIAS:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Mais notícias

Hospital Mãe de Deus suspende temporariamente serviços na Unidade Carlos Gomes

Nos últimos dias a batalha contra a Covid-19 se intensificou e colocou todo o sistema de saúde no seu limite de atendimento, o que exige de todos decisões dinâmicas. Em decorrência do cenário apresentado neste momento, faz-se necessária a suspensão temporária dos serviços de Bloco Cirúrgico e Pronto Atendimento de Traumatologia e Ortopedia ofertados na Unidade Carlos Gomes (com exceção da hemodiálise, que permanece aberta), a partir de 1º de março (segunda-feira).