MARCAPASSO FISIOLÓGICO: UMA NOVA FORMA DE ESTIMULAR O CORAÇÃO

Dr. Eduardo Bartholomay, Cardiologista do Corpo Clínico do Hospital Mãe de Deus | Foto: Silvana Schimdt (Comunicação Corporativa)

Com o passar do tempo, a tecnologia do marcapasso evoluiu rapidamente, as baterias que antigamente duravam apenas meses, agora podem durar mais de 10 anos, o tamanho dos dispositivos diminuiu, assim como os materiais utilizados. Entretanto, nenhum marcapasso foi capaz de estimular com a perfeição da natureza, assim muitos pacientes acabam desenvolvendo doenças como a insuficiência cardíaca, pela contração não natural gerada pelo marcapasso.

Recentemente, essa história vem sendo modificada, ao invés de estimular o coração diretamente no músculo cardíaco, porque não utilizar a própria natureza para estimular com perfeição o coração? Surge o marcapasso fisiológico. “O conceito é simples, implantar o eletrodo (fio do marcapasso) direto no sistema de condução cardíaco, utilizando a ampla rede do sistema de condução natural para propiciar uma estimulação fisiológica do músculo cardíaco. A ideia, já existia desde os anos 70; porém, não havia tecnologia para isso. Mais recentemente estudos foram sendo realizados e, provavelmente, essa será a forma moderna de estimular o coração.”, destaca Dr. Eduardo Bartholomay.

O Hospital Mãe de Deus vem sendo um percursor na técnica, tendo uma das maiores séries da América Latina nesse tipo de procedimento. “Mais de 60 casos foram realizados e os resultados são entusiasmantes, sendo que a maior parte dos dispositivos atualmente são implantados com essa técnica”, completa.

Dr. Eduardo Bartholomay durante procedimento| Foto: Silvana Schimdt (Comunicação Corporativa)

E o custo disso?

Quando falamos de novas técnicas cirúrgicas e tecnologias, automaticamente a palavra custo se acrescenta à formula. Porém, o marcapasso fisiológico tem um custo semelhante ao marcapasso normal e custa cerca de 400% menos que um ressincronizador cardíaco, dispositivo que melhor simulava a estimulação fisiológica, agora obtida com maior perfeição.

 

Emergência

24 HORAS

Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
TRAUMATOLOGIA
Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
*Unidade Av. José de Alencar, 286.

PARA VOCÊ

CENTRAL DE ATENDIMENTO

AGENDAMENTOS, CONSULTAS E EXAMES​

Sala de imprensa

Silvana Porto Alegre Schmidt
Fone: (51) 3213-8852
Celular: (51) 99992-4514
silvana.schmidt@aesc.org.br

TODAS AS NOTÍCIAS:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Mais notícias