LESÃO POR PRESSÃO: CUIDADO QUE DEVE SE TER TODOS OS DIAS

A pele é o maior órgão do corpo humano, indispensável à vida. Para evitar lesões neste organismo tão importante, 20 de novembro foi eleito o “Dia de prevenção a lesão por pressão”. As lesões por pressão ocorrem por compressão prolongada das proeminências ósseas em contato com uma superfície rígida. Pessoas com mobilidade reduzida tem maior predisposição a este tipo de lesão, pelo tempo que ficam em uma mesma posição. Uma das sete metas de segurança, a prevenção da lesão por pressão deve ser trabalhada diariamente em nossos pacientes, pois se a pele for tratada adequadamente, o surgimento de lesões pode ser evitado.

O Hospital Mãe de Deus adota medidas específicas para reduzir as lesões por pressão nos pacientes hospitalizados, oferecendo um plano de tratamento adequado e cuidados com a pele. Dentro do Hospital, existe um grupo multidisciplinar que oferece cuidados especializados para prevenção e tratamento de lesões de pele e cuidados com ostomias. Se tiver alguma dúvida, contate o enfermeiro da unidade para que ele solicite orientações ao Time de Prevenção e Tratamento de Lesões de Pele.

Cinco passos para evitar lesões por pressão em nossos pacientes:

1 – Realizar alívio da pressão

Pacientes com mobilidade reduzida serão reposicionados no leito pela equipe de enfermagem e fisioterapia em até 2 horas, ou conforme necessidade, a fim de evitar que uma região específica da pele sofra maior dano por atrito e pressão contínua.

2 – Manter higiene corporal em dia

Manter a pele limpa, seca e hidratada com a loção lanete ajuda a evitar as infecções na pele e o aparecimento de lesões por pressão.

3- Aplicar escala internacional de avaliação de risco e inspeção da pele

Optamos por utilizar a Escala de Braden para todos os pacientes internados no Hospital Mãe de Deus.

4- Aplicar películas transparentes para a proteção das proeminências ósseas

As películas atuam diminuindo o atrito entre a pele com as superfícies de contato (colchão, cadeira, etc).

5- Instalar colchão para alívio de pressão

Existem diversos tipos de colchões com a finalidade de aliviar a pressão nas proeminências ósseas, utilizados em pacientes acamados, desnutridos, com lesões pré-existentes e com rigidez severa de extremidades.

Emergência

24 HORAS

Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
TRAUMATOLOGIA
Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
*Unidade Av. José de Alencar, 286.

PARA VOCÊ

CENTRAL DE ATENDIMENTO

TELEMEDICINA, AGENDAMENTOS, CONSULTAS E EXAMES​

Sala de imprensa

Silvana Porto Alegre Schmidt
Fone: (51) 3213-8852
Celular: (51) 99992-4514
silvana.schmidt@aesc.org.br

TODAS AS NOTÍCIAS:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Mais notícias

Tratamento cardíaco pós internação

Para que nossos pacientes cardíacos que recebem alta possam sair tranquilos, o Hospital Mãe de Deus criou o Serviço Integrado de Transição (SIT). No momento do check-out hospitalar, uma consulta já é agendada para 48 horas após a saída.

Conheça o Centro de Medicina Intervencionista do Hospital Mãe de Deus

Unindo equipamentos de imagem de última geração com a expertise de uma equipe altamente capacitada, com o objetivo de oferecer tratamentos com alta precisão, tempo de recuperação mais curto e baixo risco de complicações para os pacientes, o Hospital Mãe de Deus conta com um Centro de Medicina Intervencionista.

Checkup no podcast “Hora da Consulta”

A pandemia do coronavírus fez com que as pessoas redobrassem os cuidados com as mais variadas doenças. Mas, afinal, qual seria a melhor forma de prevenção? Com que frequência eu devo realizar exames? É sempre adequado estar com o checkup em dia?

O que é o refluxo e quais são os seus sintomas?

Refluxo é um quadro caracterizado pelo retorno do conteúdo do estômago em direção à boca, causando sintomas como sensação de queimação, gosto amargo na boca, vômitos e dificuldade para engolir alimentos. Se não for tratado corretamente, pode provocar uma intensa inflamação na parede do esôfago, podendo evoluir para quadros mais graves.