Hospital Mãe de Deus realiza primeira crioablação para tratamento de metástase óssea

Possibilitar a destruição de tumores de maneira segura e sem cortes, trazendo uma recuperação mais rápida e com menos chances de complicações. Esse é o objetivo da crioablação (destruição por congelamento) guiada por tomografia. Após a utilização da técnica em casos de câncer renal, agora, a equipe do Hospital Mãe de Deus realizou o primeiro procedimento para tratamento de um tumor ósseo na Instituição.

No caso realizado pelos radiologistas intervencionistas do Centro de Medicina Intervencionista do Hospital Mãe de Deus Dr. Enio Ziemiecki Junior e Dr. Eduardo Medronha, o paciente apresentava uma lesão grande, de mais de 6cm junto ao osso ilíaco, que não poderia ser ressecada através da cirurgia tradicional. Com a crioablação, o tumor é destruído através de sucessivos congelamentos e descongelamentos gerados pela ação de dois gases: argônio e hélio.

O argônio, quando passa pela válvula, se expande, perdendo energia e congelando. Já o hélio, em vez de perder calor, esquenta e descongela. A aplicação dos gases é feita através agulhas longas de fino calibre, que são posicionadas no interior do tumor de forma extremamente precisa, graças ao uso da tomografia nesse processo.

“A disponibilização dessa tecnologia no Hospital é muito interessante. Sua utilização é recomendada para tratar principalmente tumores renais primários e algumas metástases ósseas, possibilitando aos pacientes uma alternativa menos invasiva e que permite o retorno precoce as suas atividades”, ressalta o Dr. Eduardo Medronha.

O método é indicado, principalmente, para casos de tumores renais, de até 3cm ou em casos de lesões maiores em rim único. Além disso, pode ser usada também no fígado e no pulmão, dependendo sempre da avaliação individual de cada caso. Ela é bastante útil para quem não quer ou não pode realizar cirurgias, por apresentar algum tipo de risco do ponto de vista cardiológico ou pulmonar.

Vantagens do uso na oncologia

Sem corte

Na maioria dos casos, a intervenção é feita apenas sob sedação, sem necessidade de anestesia geral ou intubação

Em alguns casos, é feita de forma ambulatorial, sem a necessidade de internação

Preservação do órgão

Emergência

24 HORAS

Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
TRAUMATOLOGIA
Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
*Unidade Av. José de Alencar, 286.

PARA VOCÊ

CENTRAL DE ATENDIMENTO

TELEMEDICINA, AGENDAMENTOS, CONSULTAS E EXAMES​

Sala de imprensa

Fabíola Bach – Assessoria de Imprensa
Celular: (51) 99952-1462
fabiolaback29@gmail.com

TODAS AS NOTÍCIAS:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Mais notícias

Ciclone Extratropical: Área de acesso ao Espaço Azul é transferida

Com a aproximação do ciclone extratropical que está previsto para atingir o Rio Grande do Sul a partir de hoje (17/05), o Hospital Mãe de Deus está se preparando para o enfretamento dos possíveis impactos do evento.
Para isso, a entrada do Espaço Azul – área exclusiva para pacientes com sintomas gripais será transferida para o Acesso 2 do Hospital, junto à Emergência.

Alta prevalência e sintomas silenciosos são alertas para a hipertensão

Uma doença silenciosa, presente em 25% da população adulta,. Essa é a hipertensão. Por sua alta prevalência e possíveis consequências graves, o diagnóstico precoce, o tratamento adequado e a prevenção são essenciais. Para marcar o Dia Mundial da Hipertensão (17/05). preparamos uma material especial com as principais informações sobre esse tema. 

Conheça o papel do assistente social dentro de um hospital

Você sabe qual o papel do assistente social dentro de um hospital? Eles são responsáveis por buscar defender os direitos dos pacientes, através de um processo de acolhimento, escuta sensível, construção e fortalecimento de vínculos. Conheça mais sobre a atuação e importância deles dentro desses espaços.

HMD é pioneiro no uso de técnica para desobstrução de artérias com laser no Estado

A obstrução de artérias é um problema cada vez mais frequente entre a população, podendo trazer graves consequências, como o infarto e o acidente vascular cerebral. Para atender esses casos, o Hospital Mãe de Deus conta agora com uma nova tecnologia: o laser. O HMD é a primeira instituição do Rio Grande do Sul a utilizar essa técnica e o pioneiro no Brasil na realização do procedimento guiado via Tomografia de Coerência Ótica (OCT).