Embolização combate mioma com procedimento minimamente invasivo

Os miomas são tumores benignos do útero que acometem as mulheres, principalmente em idade fértil, pois seu crescimento está relacionado a fatores hormonais. Por não serem câncer, eles não apresentam riscos de metástases e seus sintomas estão relacionados ao seu crescimento no útero. Para alguns desses casos, o Hospital Mãe de Deus conta com uma alternativa de tratamento segura, eficiente e minimamente invasiva: a embolização das artérias uterinas.

Normalmente a indicação de tratamento dos miomas está relacionada ao surgimento de sintomas, sendo que os principais são: dor e cólica abdominal, sangramento uterino, aumento do fluxo e dos dias de menstruação, compressão da bexiga, intestino e estruturas da pelve.

A escolha da opção de tratamento mais adequada é baseada na idade das pacientes, no tamanho dos miomas e na sua localização, sempre sendo importante uma avaliação e discussão entre o ginecologista, o intervencionista e a paciente sobre a melhor alternativa para cada caso. Entre as principais formas de terapia dos miomas estão a histeroscopia, videolaparoscopia, a ressecção cirúrgica e a embolização das artérias uterinas.

A embolização consiste em uma pequena punção da artéria femoral na região da virilha e, através de pequenos cateteres (tubos plásticos), o médico intervencionista navega até as artérias uterinas, onde são injetadas diminutas esferas que ocluem o fluxo sanguíneo dos tumores, provocando isquemia e necrose dos miomas. Com o passar dos meses ocorre a redução do volume uterino e melhora dos sintomas em mais de 90% das pacientes. Após o procedimento e retirada dos cateteres, a paciente é encaminhada para a sala de recuperação onde permanece por cerca de 24 horas.

“Com o uso dessa técnica, em seis meses, o mioma perde cerca de 50% do seu volume, e, assim, ocorre a redução gradual dos efeitos no organismo. É uma tecnologia minimamente invasiva e que pode beneficiar muitas mulheres, preservando o órgão e garantindo o retorno precoce da paciente às suas atividades”, ressalta o radiologista intervencionista do Centro de Medicina Intervencionista do Hospital Mãe de Deus, Dr. Eduardo Medronha.

Emergência

24 HORAS

Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
TRAUMATOLOGIA
Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
*Unidade Av. José de Alencar, 286.

PARA VOCÊ

CENTRAL DE ATENDIMENTO

TELEMEDICINA, AGENDAMENTOS, CONSULTAS E EXAMES​

Sala de imprensa

Fabíola Bach – Assessoria de Imprensa
Celular: (51) 99952-1462
fabiolaback29@gmail.com

TODAS AS NOTÍCIAS:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Mais notícias

Ciclone Extratropical: Área de acesso ao Espaço Azul é transferida

Com a aproximação do ciclone extratropical que está previsto para atingir o Rio Grande do Sul a partir de hoje (17/05), o Hospital Mãe de Deus está se preparando para o enfretamento dos possíveis impactos do evento.
Para isso, a entrada do Espaço Azul – área exclusiva para pacientes com sintomas gripais será transferida para o Acesso 2 do Hospital, junto à Emergência.

Alta prevalência e sintomas silenciosos são alertas para a hipertensão

Uma doença silenciosa, presente em 25% da população adulta,. Essa é a hipertensão. Por sua alta prevalência e possíveis consequências graves, o diagnóstico precoce, o tratamento adequado e a prevenção são essenciais. Para marcar o Dia Mundial da Hipertensão (17/05). preparamos uma material especial com as principais informações sobre esse tema. 

Conheça o papel do assistente social dentro de um hospital

Você sabe qual o papel do assistente social dentro de um hospital? Eles são responsáveis por buscar defender os direitos dos pacientes, através de um processo de acolhimento, escuta sensível, construção e fortalecimento de vínculos. Conheça mais sobre a atuação e importância deles dentro desses espaços.

HMD é pioneiro no uso de técnica para desobstrução de artérias com laser no Estado

A obstrução de artérias é um problema cada vez mais frequente entre a população, podendo trazer graves consequências, como o infarto e o acidente vascular cerebral. Para atender esses casos, o Hospital Mãe de Deus conta agora com uma nova tecnologia: o laser. O HMD é a primeira instituição do Rio Grande do Sul a utilizar essa técnica e o pioneiro no Brasil na realização do procedimento guiado via Tomografia de Coerência Ótica (OCT).