Distúrbios do sono afetam a qualidade de vida e a saúde

imagem: Freepik.com

Dificuldade de concentração e aprendizado, irritabilidade e falta de atenção. Esses são alguns dos problemas que podem ser causados pelos distúrbios do sono. As noites mal dormidas são capazes de afetar o seu desempenho e saúde como um todo, trazendo consequências sérias para o seu dia a dia. Por isso, é importante ficar atento aos sinais e procurar ajuda profissional. Para auxiliar na conscientização e marcar o Dia Mundial do Sono (18 de março), confira algumas dicas e informações sobre o tema trazidas pela otorrinolaringologista do Corpo Clínico do Hospital Mãe de Deus Dra. Bianca Hocevar de Moura.

OS PREJUÍZOS DE DORMIR MAL

O nosso sono é composto de diferentes fases, todas importantes para garantir a sua qualidade e eficiência. Quando a pessoa possui algum tipo de distúrbio, ela não consegue alcançar o estágio mais profundo desse descanso, prejudicando os processos biológicos desenvolvidos durante essa etapa, como a fixação de memória, aprendizado, regulação de humor, concentração, secreção dos hormônios, cicatrização, imunidade, entre outros. Os efeitos disso incluem, além do cansaço no dia posterior, um aumento do risco para diversas doenças hormonais, como diabetes, AVC, infarto e pressão alta.

TIPOS MAIS COMUNS: APNEIA

Apesar de ser extremamente frequente, o ronco não é normal e, em alguns casos,  evoluir para a apneia. Ela ocorre em casos de interrupção ou redução da respiração por, no mínimo, 10 segundos. Mais frequente em homens e nos idosos, o problema está presente em 33% da população e pode ser do tipo leve ou moderada/grave, quando a pessoa tem mais de 15 episódios por hora, causando interrupções severas no sono e o despertar constante.

O tratamento varia de acordo com o caso. Os mais conservadores incluem estratégias como emagrecimento, já que o excesso de peso colabora com o surgimento do ronco, sessões de fonoaudiologia, para fortalecer o tônus, e orientação postural. Entre as medidas utilizadas estão o uso de uma bolinha de tênis costurada na roupa ou cinta especial para evitar que a pessoa se deite na posição incorreta. Outro hábito que deve ser controlado é o consumo do álcool.

Os aparelhos orais, que trabalham tracionando a mandíbula, e o CPAP, máscara usada durante o sono para controlar o fluxo respiratório, também são utilizados dependendo da anatomia do paciente e da gravidade da doença.

Por fim, as cirurgias são uma opção para situações mais graves. Os procedimentos envolvem modificações nasais, na faringe e até na caixa óssea, dependendo da necessidade de cada paciente.  

TIPOS MAIS COMUNS: INSÔNIA

Outro tipo de distúrbio muito comum, as insônias estão muito ligadas a questões comportamentais e fatores psicológicos. Os problemas incluem dificuldade de pegar no sono, de dormir por muitas horas, despertar constante, entre outros.  Para alcançar a melhor resolução do problema é essencial identificar a fonte estressora original, já que, na maioria dos casos, ela não surge de maneira espontânea, estando conectada a outras patologias emocionais.

DIAGNÓSTICOS: POLISSONOGRAFIA

A polissonografia é o exame utilizado para verificar a qualidade do sono do paciente. Com ele, diversos aspectos são monitorados e, através dos dados coletados, chega-se ao diagnóstico de cada caso. Entre as variáveis verificadas estão a atividade cerebral e muscular, a respiração, o fluxo do ar no nariz e na boca e o movimento dos olhos. O processo pode ser realizado em casa ou nas clínicas, alternativa mais recomendada para quem sofre com distúrbios comportamentais, como a insônia.

COMO DORMIR MELHOR?

Confira algumas dicas de higiene do sono e aumente a qualidade do seu descanso:

– Tenha um ritual antes de dormir, como beber uma xicara de chá, ler um livro ou tomar um banho. Esses atos ajudam o seu organismo a entender que está chegando a hora de se desconectar.

– Use um bom colchão

– Durma em um ambiente sem barulhos

– Reduz o contato com as luzes, incluindo dos equipamentos eletrônicos, do celular e das demais telas

–  Opte por uma temperatura confortável. Temperaturas mais baixas ajudam a alcançar um sono profundo.

– Evite o consumo de álcool, cafeína e refeições pesadas a noite

Emergência

24 HORAS

Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
TRAUMATOLOGIA
Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
*Unidade Av. José de Alencar, 286.

PARA VOCÊ

CENTRAL DE ATENDIMENTO

TELEMEDICINA, AGENDAMENTOS, CONSULTAS E EXAMES​

Sala de imprensa

Fabíola Bach – Assessoria de Imprensa
Celular: (51) 99952-1462
fabiolaback29@gmail.com

TODAS AS NOTÍCIAS:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Mais notícias

Ciclone Extratropical: Área de acesso ao Espaço Azul é transferida

Com a aproximação do ciclone extratropical que está previsto para atingir o Rio Grande do Sul a partir de hoje (17/05), o Hospital Mãe de Deus está se preparando para o enfretamento dos possíveis impactos do evento.
Para isso, a entrada do Espaço Azul – área exclusiva para pacientes com sintomas gripais será transferida para o Acesso 2 do Hospital, junto à Emergência.

Alta prevalência e sintomas silenciosos são alertas para a hipertensão

Uma doença silenciosa, presente em 25% da população adulta,. Essa é a hipertensão. Por sua alta prevalência e possíveis consequências graves, o diagnóstico precoce, o tratamento adequado e a prevenção são essenciais. Para marcar o Dia Mundial da Hipertensão (17/05). preparamos uma material especial com as principais informações sobre esse tema. 

Conheça o papel do assistente social dentro de um hospital

Você sabe qual o papel do assistente social dentro de um hospital? Eles são responsáveis por buscar defender os direitos dos pacientes, através de um processo de acolhimento, escuta sensível, construção e fortalecimento de vínculos. Conheça mais sobre a atuação e importância deles dentro desses espaços.

HMD é pioneiro no uso de técnica para desobstrução de artérias com laser no Estado

A obstrução de artérias é um problema cada vez mais frequente entre a população, podendo trazer graves consequências, como o infarto e o acidente vascular cerebral. Para atender esses casos, o Hospital Mãe de Deus conta agora com uma nova tecnologia: o laser. O HMD é a primeira instituição do Rio Grande do Sul a utilizar essa técnica e o pioneiro no Brasil na realização do procedimento guiado via Tomografia de Coerência Ótica (OCT).