Dia Mundial da Prematuridade reforça cuidado aos recém-nascidos

CTI Neonatal do Mãe de Deus decorou andar em alusão à data

No planejamento do casal Elinéia Dallabrida Pes e André Luis Pes, a primeira filha, Ester, deveria chegar depois dos nove meses de gestação. Porém, a pequenina não soube esperar. No dia 25 de fevereiro, Ester veio ao mundo prematura – com apenas 25 semanas –, na cidade de Santo Augusto (RS). “Ainda não estávamos preparados. Mal tínhamos comprado as roupinhas dela. Fiquei três dias na minha cidade e depois viemos para o Mãe de Deus. Sabíamos que era um hospital de referência”, conta Elinéia.

Episódios como o da família Pes não são raros no Brasil. Isso porque bebês que nascem antes de 37 semanas já são considerados prematuros. Por isso, com o objetivo de alertar sobre o crescente número de casos no país, nesta terça-feira (17/11) é comemorado o Dia Mundial da Prematuridade, data alusiva ao Novembro Roxo, organizado pela Rede Mundial de Prematuridade (World Prematurity Network).

Ester nasceu com 25 semanas

Dra. Cristina Rossi Giacomazzi, médica do CTI Neonatal do Hospital Mãe de Deus, explica que a prematuridade pode estar associada a fatores como hipertensão, diabetes gestacional, problemas de colo de útero, idade materna avançada ou adolescente, gestações múltiplas, anomalias congênitas da criança, ou , em alguns casos, a causa não ser identificada . “A prematuridade é a principal causa de mortalidade infantil em menores de cinco anos. Segundo dados da OMS, ela acomete 15 milhões de crianças a cada ano. Por isso a importância dessa data: reforçar que a prevenção deve incluir um pré-natal adequado e uma assistência de qualidade ao recém nascido”, ressalta.

Nem todo prematuro necessita de internação, reforça Dra. Giacomazzi. Aos que precisam, o Hospital Mãe de Deus oferece um CTI Neonatal formado por uma equipe multidisciplinar altamente qualificada, aliada a equipamentos de ponta. “A prematuridade transforma um momento muito sonhado pela família em uma situação de medo e incerteza. Por isso, a importância de escolher a melhor equipe e melhor estrutura hospitalar”, completa.

Passados os 73 dias em que esteve internada no Hospital Mãe de Deus, Ester agora é só sorrisos ao lado dos pais. “Não é fácil estar em um CTI. Até hoje, troco fotos com as enfermeiras e técnicas que nos atenderam. Devemos tudo aos profissionais do Mãe de Deus”, ressalta a mãe, Elinéia. “Todo esse cuidado pode ser bem cansativo. Mas no final do dia, quando vemos o sorrisinho dela, tudo parece valer muito a pena”, lembra o pai, André.

Um momento de canções e alegria

 

Em alusão à data, os profissionais do CTI Neonatal prepararam uma homenagem a todos os pais.  O local foi decorado com cartazes na cor roxa, letras, depoimentos, poesia e histórias de crianças prematuras que nasceram no Mãe de Deus.

O ápice da homenagem ocorreu na parte da tarde, quando os profissionais andaram nos corredores e quartos cantando músicas para os pacientes.

TRAUMATOLOGIA
Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
*Unidade Av. José de Alencar, 286.

PARA VOCÊ

CENTRAL DE ATENDIMENTO

TELEMEDICINA, AGENDAMENTOS, CONSULTAS E EXAMES​

Sala de imprensa

Silvana Porto Alegre Schmidt
Fone: (51) 3213-8852
Celular: (51) 99992-4514
silvana.schmidt@aesc.org.br

TODAS AS NOTÍCIAS:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Mais notícias

Hospital Mãe de Deus restringe atendimento na Emergência e no Espaço Azul

O Hospital Mãe de Deus (HMD), a partir das 15h desta quarta-feira (25/11), passa a restringir o atendimento na Emergência e no Espaço Azul (exclusivo para pacientes com sintomas gripais). A iniciativa é necessária para que se mantenha a qualidade e segurança a todos os pacientes, devido o aumento do número de internados, independente da causa.

Cirurgia inovadora para doença hemorroidária 

Na última semana, a proctologista do Corpo Clínico do Hospital Mãe de Deus, Dra. Marlise Mello Cerato Michaelsen, recebeu o cirurgião do Hospital Nove de Julho, de São Paulo, Dr. Mateus Rotta, para realizar este procedimento inovador e inédito no estado do Rio Grande do Sul: o tratamento cirúrgico da doença hemorroidária com Endopex.

Triagem Cardiovascular Avançada completa três anos

Novembro marca uma data importante para o Hospital Mãe de Deus. Após inúmeros pacientes atendidos e diversos desafios enfrentados, a Triagem Cardiovascular Avançada da Emergência do Hospital comemora três anos desde sua concepção, em 2017.