Call Center disponibiliza enfermeira de referência para acompanhamento de pacientes Covid e cirúrgicos

A enfermeira Vanessa Rizzon entra em contato com todos os pacientes atendidos no fluxo de suspeitos de COVID-19

Com o objetivo de superar as expectativas de nossos pacientes, receber e passar o máximo de informações possíveis, desde agosto o Call Center do Hospital Mãe de Deus disponibiliza uma enfermeira para cuidar dos nossos pacientes após atendimento em nosso hospital. 

“A enfermeira Vanessa Rizzon entra em contato com todos os pacientes atendidos no fluxo de suspeitos de COVID-19, tanto positivos quanto negativos para esclarecer e oferecer apoio em caso de dúvidas. É um trabalho voltado à fidelização e a qualidade e segurança dos nossos pacientes”, destaca a supervisora do Atendimento, Valquiria Pereira Serra.
 

A enfermeira contata também com os pacientes pós-cirúrgicos que seguem um acompanhamento mais detalhado. “Após a cirurgia, entro em contato para saber como está o paciente, se tem algum sintoma pós-operatório e, caso registre algum, encaminho para a área de Qualidade e Segurança para que tome ações junto à equipe médica e assistencial. Os pacientes ficam muito felizes com esse cuidado”, conta, com orgulho, Vanessa. 

Emergência

24 HORAS

Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
TRAUMATOLOGIA
Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
*Unidade Av. José de Alencar, 286.

PARA VOCÊ

CENTRAL DE ATENDIMENTO

TELEMEDICINA, AGENDAMENTOS, CONSULTAS E EXAMES​

Sala de imprensa

Fabíola Bach – Assessoria de Imprensa
Celular: (51) 99952-1462
fabiolaback29@gmail.com

TODAS AS NOTÍCIAS:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Mais notícias

Doulas e Parto Humanizado: Perguntas e Respostas

O que você entende por parto humanizado? Já ouviu falar? O parto humanizado prioriza a fisiologia do corpo da mulher e o desejo de vivenciar com autonomia o nascimento do bebê, utilizando recursos apenas quando solicitado pela mulher ou por necessidade, com base científica.