Biópsia de próstata: Conheça os métodos disponíveis para realização do procedimento

A identificação precoce é essencial para garantir os melhores resultados no tratamento do câncer de próstata e a biópsia está entre os principais exames para iniciar essa investigação. Normalmente, ela é solicitada pelo urologista após a identificação de alterações no exame físico, nos exames laboratoriais e de ressonância magnética. Para garantir mais qualidade, segurança e precisão no diagnóstico, é importante utilizar as melhores e mais avançadas técnicas. O Hospital Mãe de Deus é um dos únicos hospitais do Estado que disponibiliza um Centro Especializado para Biópsias de Próstata, com todas as alternativas disponíveis para a realização do procedimento, conduzidas por uma equipe altamente especializada e experiente.

Confira os procedimentos disponíveis em nosso hospital para que, em conjunto com seu médico, possa realizar a escolha a mais adequada para o seu caso.

BIÓPSIA TRANSRETAL DA PRÓSTATA COM SEDAÇÃO

Trata-se do método mais tradicional. Nele, o acesso à próstata ocorre através do reto, com o paciente recebendo acompanhamento anestésico e uma sedação para maior conforto. Pode ou não ser orientado por um exame ressonância magnética.

BIÓPSIA TRANSRETAL COM FUSÃO DE IMAGEM US/RM

Nessa alternativa, o acesso segue sendo através do reto, mas a localização da lesão ganha mais precisão, já que ela é feita com uma fusão em tempo real das imagens colhidas durante o exame com as obtidas através de uma ressonância magnética feita anteriormente pelo paciente, através de um software disponível em nosso equipamento. Isso possibilita o mapeamento da área e a identificação mais precisa do local que deve ser efetuada a coleta das amostras, permitindo a marcação correta de lesões de difícil visualização, aumentado a precisão do exame, diminuindo o número de amostras e complicações decorrentes do procedimento.

“Quando temos uma lesão de próstata de menos de 1,0 cm, em especial em próstatas muito grandes ou com localização mais anterior, o uso da fusão de imagem nos possibilita uma maior precisão na coleta da amostra. Com ela, podemos coletar fragmentos de lesões muito pequenas (a partir de milímetros) com uma maior acurácia, permitindo o diagnóstico em estágio inicial, o que propicia um tratamento precoce e traz maior probabilidade de cura da doença”, salienta o médico radiologista intervencionista do Corpo Clínico do HMD Dr. Sílvio Cavazzola.

BIÓPSIA TRANSPERINEAL

Técnica mais avançada disponível para biópsia de próstata, começando a ser feita no Brasil a partir de março de 2021 e já disponível em nosso serviço desde dezembro de 2021, a opção via transperineal evita o sangramento retal, o contato com bactérias da flora intestinal e a necessidade de limpeza do intestino. Para isso, o acesso é feito através da região do períneo, o que traz uma redução das chances de contaminação por bactérias da flora intestinal para 0% e de risco de infeções por outras bactérias da pele para apenas 0,1%

“Esse exame permite que a se consiga fazer a abordagem de uma maneira mais segura para o paciente, em especial reduzindo o risco de complicações infecciosas pós procedimento por bactérias da flora intestinal, que em geral são mais resistentes a antibioticoterapia e que podem levar à infeções mais graves, com bacteremia, sepse e eventual necessidade de internação hospitalar. Além disso, conseguimos visualizar melhor as lesões na região anterior da próstata, permitindo um aumento da acurácia na detecção de lesões que se localizam nesta topografia, reduzindo o risco de complicações. Então, temos algumas vantagens neste método: menor chance de infecção por germe agressivo, ausência de sangramento retal, ausência de preparo intestinal para a realização do exame e melhor acurácia diagnóstica em lesões que ficam na parte anterior da glândula”, explica o Dr. Sílvio.

Em Porto Alegre, o HMD é um dos centros com mais experiência no desenvolvimento desse método, com mais de 70 casos desde dezembro de 2021.

Emergência

24 HORAS

Tempo médio para atendimento
---
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
TRAUMATOLOGIA
Tempo médio para atendimento
---
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
*Unidade Av. José de Alencar, 286.

PARA VOCÊ

CENTRAL DE ATENDIMENTO

TELEMEDICINA, AGENDAMENTOS, CONSULTAS E EXAMES​

Sala de imprensa

Fabíola Bach – Assessoria de Imprensa
Celular: (51) 99952-1462
fabiolaback29@gmail.com

TODAS AS NOTÍCIAS:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Mais notícias