Avaliação genética contra o câncer de mama

De cada 100 mulheres brasileiras com câncer de mama, 10 a 15 tem uma forma hereditária da doença, causada principalmente por uma mutação genética herdada. Mulheres que nascem com mutações em genes de predisposição possuem chances de 80% até 90% de desenvolver o câncer. Uma das principais alternativas para a identificação deste grupo de pacientes é a avaliação genética em que um especialista analisa a história pessoal e familiar da doença em um processo chamado aconselhamento genético. Quando há uma suspeita de câncer hereditário, esta pode ser confirmada pelo teste genético (“mapeamento genético“). Este método permite estabelecer quem tem maior risco genético e, assim, oferecer estratégias de acompanhamento e tratamento por este risco, bem como orientar medidas de prevenção, conforme a médica geneticista do Hospital do Câncer Mãe de Deus, Dra. Patrícia Prolla. A identificação de um caso suspeito parte do próprio médico da paciente, que deve estar atento a características que sugerem a predisposição hereditária, como idade precoce ao diagnóstico de câncer e presença de outros casos na família. O próximo passo é o encaminhamento ao especialista em oncogenética, o qual irá realizar o aconselhamento genético e, quando necessário, indicar o teste genético.  A avaliação por especialista em oncogenética é disponibilizada pelo Hospital do Câncer Mãe de Deus.

Emergência

24 HORAS

Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
TRAUMATOLOGIA
Tempo médio para atendimento
*Tempo para atendimento médico após abertura do boletim.
*Unidade Av. José de Alencar, 286.

PARA VOCÊ

CENTRAL DE ATENDIMENTO

TELEMEDICINA, AGENDAMENTOS, CONSULTAS E EXAMES​

Sala de imprensa

Silvana Porto Alegre Schmidt
Fone: (51) 3213-8852
Celular: (51) 99992-4514
silvana.schmidt@aesc.org.br

TODAS AS NOTÍCIAS:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Mais notícias

Câncer de mama – Podcast Hora da Consulta #11

Neste episódio, vamos falar sobre a importância do diagnóstico precoce, sobre mitos e verdades, formas de prevenção e tratamento deste tipo de câncer, que deve ser combatido o ano inteiro, não apenas em outubro.